Como reduzir gargalos de produção sem aumentar os custos de sua empresa?

Tempo de leitura: 3 minutos

Os gargalos de produção podem ser definidos como falhas em determinados processos que podem causar perdas de produtividade, desperdícios, aumento dos custos, atrasos, entre outras coisas. Por se tratar de problemas que comprometem as operações e os resultados, eles devem ser identificados e eliminados.

Confira, a seguir, algumas dicas de como reduzir os gargalos de produção sem que, necessariamente, seja necessário realizar investimentos e aumentar os custos!


1. Envolvimento da equipe de trabalho

Uma pessoa que executa determinada atividade em sua rotina está totalmente apta a apontar o que precisa ser feito, em termos de melhorias e correções, para que os processos sejam melhorados. Com isso, além de garantir uma solução mais viável na prática, não é necessário criar o custo da contratação de uma auditoria, por exemplo, para fazer esse tipo de avaliação.


2. Mapeamento de processos

O primeiro passo para conseguir identificar os gargalos de produção é por meio do mapeamento de processos e a avaliação da execução de cada um deles. Dessa forma, cada atividade é avaliada do começo ao fim, buscando identificar quaisquer problemas que possam afetar a capacidade produtiva da empresa.

Além de apontar onde estão as falhas, é possível identificar diversas oportunidades de melhorias que podem otimizar os processos e garantir resultados aperfeiçoados.


3. Identificação das causas-raiz

Assim que os problemas são identificados e listados, é necessário buscar quais são suas principais causas. Essa etapa é necessária, pois existem muitos casos em que as falhas são geradas por outras dificuldades que vão além do que pode ser avaliado em um primeiro momento. Logo, sempre que um problema for levantado, deve-se buscar compreender se ele é a causa ou se é a consequência de outras falhas.

Dessa forma, age-se direto na fonte do problema, em vez de trabalhar com paliativos que amenizam as consequências, mas não extinguem a falha real.


4. Desenvolvimento de soluções

Assim que as origens dos problemas são identificadas, é necessário levantar soluções e planos de ação que irão auxiliar em sua correção. Em muitos casos pode ser necessário utilizar mais de um recurso ou alternativa para que a falha seja, de fato, corrigida.

Uma excelente maneira de realizar esse trabalho é realizar um brainstorm com a equipe. Essa técnica permite que várias ideias sejam levantadas, tornando mais fácil e ágil o processo de identificar uma solução viável e assertiva. Além disso, permite que a equipe se sinta incluída nas decisões importantes, contribuindo para manter a motivação do pessoal.


5. Aplicação das melhorias

Assim que as soluções foram levantadas e dadas como viáveis e eficientes na resolução dos problemas, é hora de aplicá-las aos processos. Além das correções, vale também aplicar as oportunidades de melhorias que foram identificadas durante a fase do mapeamento.

Ou seja, além de corrigir os problemas, é possível tornar os processos ainda mais aprimorados, otimizando seus pontos de melhorias.


6. Avaliação dos resultados

Assim que as soluções forem aplicadas na prática, o ideal é monitorar e acompanhar os resultados dos processos por um período e avaliar se elas realmente foram eficazes e garantem a redução — ou eliminação — dos gargalos de produção. Vale fazer esse monitoramento periodicamente, sempre buscando novas oportunidades de melhorias ou aplicando as melhores práticas observadas no mercado.

Como podemos ver, o processo para reduzir os gargalos de produção sem aumentar os custos necessita de análises e identificação de soluções, além da avaliação se essas alternativas realmente trazem resultados consideráveis. Esse ciclo PDCA deve ser aplicado periodicamente, visando sempre aprimorar os resultados.

Gostou desse conteúdo? Quais são os principais gargalos de produção que sua empresa enfrenta hoje? Compartilhe suas experiências e opiniões conosco nos comentários e participe da conversa!

 

Sobre Contática Contabilidade

A Contática está preparada pra lhe atender. Fazemos questão que toda tributação seja conhecida e seja amplamente debatida, não temos limite de consultoria, reuniões e planejamentos tributários, são ferramentas essenciais. São por estes e outros motivos que a Contática é a primeira e única empresa contábil do Estado de Mato Grosso a possuir a certificação ISO 9001. Nossos clientes são assegurados com garantia de qualidade e satisfação. Colocamos à disposição de nossos clientes toda experiência e nosso “know-how” de 20 anos de mercado. Hoje somos sócios da RNC – Rede Nacional de Contabilidade, temos a satisfação de compartilhar conhecimento nos 23 Estados da Federação, é com orgulho que atendemos juntos a mais de 5.000 clientes em todo o Brasil.

1 Comentário

  1. 5Cara

    Cara, você falou, falou, falou, e não disse nada. Muito mal explicado.\r\n\r\nAbraços.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *