IRPJ 2018: Quem precisa declarar?

Tempo de leitura: 4 minutos

Você sabe se a sua empresa precisa declarar o IRPJ 2018? O Imposto de Renda Pessoa Jurídica é um importante tributo de âmbito federal que deve ser declarado anualmente ou trimestralmente após análise de créditos e débitos da sua empresa. Sendo assim, as empresas obrigadas a declarar o IRPJ devem estar atentas aos prazos e ao calendário para que não tenham problemas com o Fisco.

Para isso, confira neste post quem precisa declarar o IRPJ 2018, como proceder e quais as consequências da não declaração. Acompanhe:

O que é o IRPJ?

É um imposto federal que acomete empresas com cadastros jurídicos ou empreendimentos, registrados ou não. Empresas pertencentes à sociedade mista, empresas estatais, negócios rurais ou em estado de falência também podem estar sujeitas ao IRPJ 2018.

Para essa cobrança, existem quatro modelos para tributação das instituições, basta verificar em qual deles a sua empresa se identifica. São eles:

  • Lucro Real: empresas que faturam anualmente até R$ 48 milhões;
  • Lucro Presumido: empresas que faturam anualmente até R$ 48 milhões;
  • Lucro Simples: empresas que faturam anualmente até 3,6 milhões;
  • Lucro Arbitrário: punição feita pelo fisco nas empresas que não mantiveram os controles contábeis em dia.

O modelo mais utilizado pelas empresas é o lucro real, no entanto, não é possível optar por um tipo tributário, pois, sua empresa deverá estar de acordo com apenas uma.

Quando declarar?

Por via de regra, o Imposto de Renda Pessoas Jurídica pode ser declarado trimestral ou anualmente. Caso opte pela declaração trimestral, deverá quitar o imposto em 31 de março, 30 de junho, 30 de setembro e 31 de dezembro.

Para isso, você precisará apresentar a última declaração do Imposto de Renda (caso não tenha declarado deverá ser apresentado o seu título de eleitor). Informe de rendimentos bancários, informe de rendimentos como empregador ou empresa em que se é sócio, fichas de bens de direito, como aplicações financeiras, imóveis, entre outros.

Também é necessário apresentar as despesas dedutíveis, que são os gastos com plano de saúde, recibos médicos e odontológicos, doações e educação. Nessa etapa é imprescindível consultar um contador, ele será a melhor pessoa para lhe informar sobre os demais documentos que serão solicitados.

Quais são as consequências da não declaração do IRPJ?

A não declaração do IRPJ pode acarretar dores de cabeça e multas que vão pesar no seu bolso.

Uma das consequências é que o seu CPF passará a constar como pendente de regularização e, com isso, você estará impedido de realizar empréstimos, obter certidões para venda ou aluguel de imóveis, prestar concursos públicos, solicitar passaporte e terá problemas com movimentações bancárias. Com isso, a multa pelo atraso corresponderá há 1% ao mês sobre o valor a ser quitado e poderá chegar até 20%.

Como saber se preciso declarar e como proceder?

Além dos quatro modelos citados que devem encaixar nas características da sua empresa, existem duas formas de declarar o IRPJ 2018 e de identificar se precisa da declaração. São elas:

Pessoas Jurídicas Inativas

São empresas que não efetivaram as suas atividades operacionais, financeiras ou patrimoniais. Sendo assim são obrigadas a declarar o IRPJ anualmente e, para isso, basta entrar no site da Receita Federal clicando aqui

Pessoas Jurídicas Ativas

Normalmente o seu contador é responsável por todo esse processo de declaração que pode ser feito por meio de um programa disponibilizado pela Receita Federal. O portal disponibilizará uma cópia da sua declaração para que você possa acompanhar os lançamentos realizados.

Como proceder

Como dito, geralmente, um profissional contábil será o responsável pela declaração do IRPJ da sua empresa, por meio de um software disponibilizado pela Receita Federal.

O IRPJ é um imposto obrigatório para as empresas que se enquadrem nas características definidas pela Receita Federal, então esteja sempre em contato com o seu serviço contábil para que fique em dia com seus tributos e não venha a ter problemas com o fisco.

Que tal compartilhar este post nas suas redes sociais e ajudar os seus amigos a ficarem em dias com as obrigações fiscais?

Sobre Contática Contabilidade

A Contática está preparada pra lhe atender. Fazemos questão que toda tributação seja conhecida e seja amplamente debatida, não temos limite de consultoria, reuniões e planejamentos tributários, são ferramentas essenciais. São por estes e outros motivos que a Contática é a primeira e única empresa contábil do Estado de Mato Grosso a possuir a certificação ISO 9001. Nossos clientes são assegurados com garantia de qualidade e satisfação. Colocamos à disposição de nossos clientes toda experiência e nosso “know-how” de 20 anos de mercado. Hoje somos sócios da RNC – Rede Nacional de Contabilidade, temos a satisfação de compartilhar conhecimento nos 23 Estados da Federação, é com orgulho que atendemos juntos a mais de 5.000 clientes em todo o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *